Capítulo 21 – Digno de um Oscar de romance

Nina acordou no meio da madrugada e mal conseguia se mexer, presa pelo abraço apertado de Roberto. Eles pareciam ter passado a noite na mesma posição em que tinham dormido.

Roberto agarrava Nina como se precisasse dela para respirar e ela não conseguia voltar a dormir. Ainda não tinha amanhecido e ela decidiu se levantar para tomar um chá na cozinha.

“Por que estou me sentindo tão angustiada? Estou feliz. Tenho um projeto de trabalho e um namorado incrível. Sou feliz. Por que estou me sentindo assim? Ela seguia se perguntando em seus pensamentos enquanto esperava a água ferver.

Enquanto tomava o chá, ela se perdeu em seus pensamentos. Ela não podia acreditar no tanto que a vida dela tinha mudado nos últimos meses. Ela recapitulava os últimos acontecimentos, quando a viagem a trabalho de Roberto com a Raquel voltou a dominar seus pensamentos.

“Por que fico assim, tão angustiada e tão fora de mim quando Roberto está longe? Ele é um homem incrível, que não cansa de demonstrar o amor dele por mim. Não tenho dúvidas sobre o amor dele. Eu sinto o amor dele. Por que sempre fico assim? Deve ser porque ele é o homem mais lindo e incrível do mundo e porque não consigo acreditar que esse homem que poderia ter qualquer mulher me escolheu.”

E nesse momento Roberto a tirou de seus pensamentos, dando um susto nela quando a surpreendeu na cozinha.

– Te encontrei. O que houve meu amor? Ele perguntou ao chegar.

– Perdi o sono. Quer chá?

– Quero, por favor. Mas o que tirou seu sono?

– Não sei. Ela respondeu dando uma xícara de chá para ele.

– Você está preocupada com alguma coisa?

– Com mil coisas na verdade.

– O que tem preocupado você?

– A viagem, o meu irmão longe, minha expectativa em ir ve-lo, o projeto do livro, a gente…

– Mas só falou de coisas boas aí. Por que a gente te preocupa?

– Porque gosto muito de você Bob.

– Meu amor! Isso deveria ser bom! EU AMO TANTO VOCÊ Nina!

– Eu também. E por isso tenho medo de te perder.

– Não tenha medo. Estou aqui e sou seu. Quero você para sempre.

– Eu também.

– Não se preocupe mais, por favor. O amor não deveria te preocupar.

– Me preocupo quando você está com a sua ex namorada. Ela confessou, sem pensar muito.

– Por que se preocupa com ela? Já não tem mais nada entre nós e eu quero você Nina.

– Eu sei Bob. Mas fico angustiada quando estão juntos. Não consigo explicar. Não sou ciumenta. Nunca fui. Mas com você as coisas são diferentes.

– Eu entendo, mas te garanto que você não precisa se preocupar. Está claro para ela que não existe mais nada entre a gente. E que eu tenho você e te adoro. Tire essas fantasias da sua cabeça Nina. Você é tão segura, tão linda. Não se preocupe mais com isso.

– Ah Bob. Ela respondeu enquanto respirava fundo.

– Vem cá! Ele disse estendendo a mão para ela. – Vou te levar para a cama.

Ela obedeceu e deu a mão para ele.

Eles foram para o quarto e ele a abraçou forte. Ela se virou para ele e ficaram de frente um para o outro.

– Você é incrível Bob.

– Você que é Nina. A pessoa mais incrível que conheci. Tenho muita sorte de você ser minha.

Eles ficaram em silencio olhando um para o outro por alguns minutos e ele começou a fazer carinho na cabeça dela até ela pegar no sono. Logo em seguida ele também dormiu.

Já tinha amanhecido e o sol clareava todo o quarto, quando ela acordou e se deparou com ele dormindo na mesma posição, de frente para ela. Nina ficou quieta, sem mexer, olhando para ele por alguns segundos. Muitos pensamentos passavam pela cabeça dela, mas principalmente o pedido dele para que ela não se preocupasse com a ex namorda dele seguido de uma declaração de amor. Esses pensamentos traziam uma tranquilidade enorme ao seu coração. Ela queria ficar para sempre ali com ele, mas resolveu acordá-lo.

– Bob, bom dia!

– Oi Nina! Bom dia! Abrir os olhos e ver você tem sido uma deliciosa maneira de começar o dia. Sinto falta disso quando acordo sem você.

– Sinto o mesmo!

– Que horas são?

– Nem ideia.

– Tenho uma reunião importante agora de manhã.

– São oito. Ela disse olhando o celular.

– Preciso ir. Mas tive uma ideia. Te pego depois do trabalho e vamos fazer algo especial. O que você quer fazer?

– A gente podia ir ao cinema. Hoje é a pré-estreia do filme Amor e outras coisas. Eu amei o primeiro filme e estou animada para assistir a continuação.

– Hum… pode ser. Te pego logo depois do seu passeio com os cachorros.

– Eba! Estarei aqui te esperando.

– Combinado. Preciso ir. Fique bem Nina. Vou fazer de tudo para tirar qualquer preocupação do seu coração.

– Você é demais.

– Você desperta meu melhor!

Eles se levantaram e Nina levou Roberto até porta. Assim que ele foi embora um sorriso enorme voltou para o rosto dela.

– Não vejo a hora de estar aqui de novo. Aproveite o seu dia. Ele disse, dando um beijo nela.

– Não vejo a hora que você esteja aqui. Bom dia para você Bob!

“Como tenho sorte de ter você.” Ela pensava. No momento em que ele entrou no elevador.

E com sua autoestima extrapolando o nível do céu, ela se sentia feliz e em paz. Esse sentimento a animou para passar o dia cuidando dela mesma, incluindo um super café da manhã.

Ela tomou um café da manhã caprichado, ouviu música e escreveu algumas páginas de sua história, que naquela altura chegava na metade.

Ligou para o cabeleireiro, que era um grande amigo dela, e implorou que ele a atendesse logo depois do almoço. Ele era muito badalado e tinha uma agenda complicada, mas deu um jeito de atende-la.

Ela tomou um banho rápido e correu para encontrar Rodrigo. Quando ela chegou foi recebida com espumante pela recepcionista.

– Boa tarde Nina! O Rodrigo me pediu para recebe-la. Ele chega em cinco minutos. Tome esse roupão para se trocar.

– Obrigada Amélia! Ela disse olhando para o crachá dela.

– Disponha Nina. Ela respondeu abrindo um lindo sorriso.

Nina entrou no closet e tirou sua camisa, ficando de calça jeans e com o roupão chique do salão badalado.

Quando ela saiu do closet, Rodrigo estava chegando.

– Que delícia te ver aqui meu amor. Você está ainda mais bonita. Só pode estar amando. Consigo ver uma áurea com muitos centímetros. Você está brilhando meu bem.

– Você é muito maravilhoso Rô. Eu estava com saudades. E como foi a viagem? Você ficou quanto tempo fora? Ela disse dando um abraço nele.

– Fiquei um mês e meio. Fui para a feira de beleza na Europa a trabalho e depois emendei férias. Fui para as Maldivas com o Igor. E nos casamos lá. Ele me surpreendeu completamente.

– Não acredito que vocês se casaram. Parabéns!

– Estou amando minha amiga. E você? Como está? Quero saber das novidades.

– Também estou amando.

Ele deu um berro!

– Não acredito! Quem é o sortudo? Quero a ficha e fotos. Se eu não estivesse trabalhando ia tomar champagne com você.

– Estou tão feliz.

– Sua pele não nega meu amor. Então teremos muito o que conversar hoje. Vamos lavar esse cabelo. Ele disse dando a mão para ela.

Nina caminhava com ele a caminho do lavatório e se lembrava de quando ele cortava seu cabelo em um salão simples na rua da casa dela, em um bairro perto do centro da cidade. Eles eram amigos de longa data. Muito antes dele virar um cabeleireiro famoso e passar a atender celebridades em um salão badalado. Eles eram super amigos e confidentes. Nina acompanhou a trajetória profissional e as frustrações de amor dele e ele acompanhou os desafios de amor da vida dela, além de suas frustrações profissionais.

– Que delícia estar aqui com você. Ela disse.

– Digo o mesmo meu bem. Vou fazer uma bela hidratação com massagem nesse cabelo. Você merece. Ele disse.

Nesse momento a assistente dele chegou.

– Rodrigo, vi que sua agenda está bloqueada. Está tudo bem? Vim lavar o cabelo dela. Disse Celia.

– Celinha! Esse cabelo eu mesmo vou lavar. Bloquei a minha agenda nas próximas duas horas. Eu não preciso de ajuda agora. Quero passar um tempo com a minha amiga. Aproveite para fazer as unhas, ou ler uma revista. Ele disse.

– Rô, você é demais. Ela disse. – Nina você deve ser muito especial.

– Ela é! Te peço apenas um favor. Peça para o garçom vir aqui para ver o que a Nina quer comer.

– Combinado. Vou pedir. Nos vemos já. Ela disse se despedindo.

– Estou me sentindo a pessoa mais especial do universo. Nina disse quando Celia saiu.

– E você é. Agora comece a me falar desse namorado. Estou me roendo de curiosidade.

Ela respirou fundo.

– Gente, você respirou fundo. Sinal de que está perdida de amor.

– Estou meu amigo. Como nunca estive antes. E é impressionante como você me conhece.

– Quero saber tudo! Com detalhes. Nome, idade, profissão, tipo físico.

– Ele se chama Roberto, tem 36 anos, é diretor de cinema e parece o Bradley Cooper.

– Choquei! Chocado! Passado a ferro! Vou pedir champagne. Quero ver fotos.

– Não tenho nenhuma foto aqui. Aliás nós tiramos poucas fotos e geralmente é no telefone dele.

– Procura no Google.

– Será que ele aparece? Nina se empolgou.

– Meu amor, ele é diretor de cinema. Com certeza aparece.

– Vamos ver!

Nina digitou o nome dele no Google e um monte de fotos dele apareceram em diversas situações. No set de filmagem, em prêmios, de smoking e até no barco.

– Você ganhou na loteria do amor Ninaaaaaaaa! Disse Rodrigo empolgado. – Ele é um Deus grego. MEUDEUS!

E nesse momento o celular de Nina começou a tocar.

– É ele! Ela disse atendendo o telefone. – Oi Bob.

– Oi meu amor! Tudo bem por aí?

– Sim! Estou no cabeleireiro com um amigo querido de longa data que adoro de paixão.

– Que amigo é esse? Você nunca me falou de nenhum amigo.

– O Rodrigo! Certamente, vocês vão se conhecer.

– Não sei se gosto disso. Ele respondeu parecendo mais chateado do que gostaria.

– Ele acabou de me contar que se casou nas Maldivas.

– Ele acabou de se casar é? Ele respondeu de maneira divertida.

– Sim! Com o Igor. Outro amigo super querido. Ela respondeu percebendo que ele estava morrendo de ciúmes.

– Com o Igor! Ele respondeu sentindo um tremendo alívio. – Mande um abraço para ele.

– Pode deixar que mando. Ela achou graça.

– Você está melhor? Fiquei preocupado com você.

– Estou bem! Obrigada pela preocupação.

– Fico feliz que esteja bem! Te pego às seis da tarde. Ok?

– Combinado! Estarei te esperando.

– Te amo Nina.

– Te amo Bob.

Nina desligou o telefone e Rodrigo gritou:

– Ele está totalmente apaixonado!

– E eu também. Disse Nina se derretendo.

– Você também! Que lindo de ver. Estou tão feliz por você Nina.

– Eu também Rô. Agora me conte do seu casamento.

– Foi um sonho. Estávamos lá de férias. Eu nunca esperava por isso. Em uma noite ele me deu esse anel e dois dias depois estávamos casando com um mar azul turquesa ao fundo em um deque de madeira sobre o Oceano Índico.

– Que sonho Rô!

– Ainda estou sonhando. Passamos um período complicado quando ele pediu um tempo. Você lembra? Estou certo que se evolveu com alguém do teatro.

– Rô quando é para ser, nada atrapalha. Vocês estavam destinados a ficarem juntos.

– Mesmo mais confiante e depois de tanto, sempre fico nervoso quando ele passa muito tempo com os atores que trabalham com ele.

– Nem me fale. Estou vivendo o mesmo drama. A ex namorada do Roberto é uma deusa e trabalha com ele. Quando estão juntos eu surto. Tenho ficado tão angustiada por cauda disso. Te entendo totalmente. E o Igor é um gato.

– Nina, o importante é que é para nossa casa que ele volta. Já não me estresso mais. Eu estava ficando maluco. Preciso confiar nele, no nosso amor, em mim. E sobre a ex do Roberto, não se preocupe. Se ele quisesse ela, estaria com ela, não com você. E você é uma mulher incrível. E ele parece bem apaixonado.

– Mas ele parece tão incrível para uma mulher comum como eu.

– Nunca mais repita isso! Me prometa. Um homem admira segurança e amor próprio em uma mulher. Você é uma mulher forte, segura, autentica, linda. Não duvide disso. Nunca. Prometa. Homem nenhum vale isso! Nem o Roberto.

– Prometo! Ela disse rindo.

– Ele é um Deus grego. Deve ser difícil ser namorada dele. Mas ele te escolheu meu amor. Acredite nisso e siga sendo a mulher autentica e segura por quem ele se apaixonou. Você também é uma deusa.

– Rô, você tem toda razão. Ele me disse várias vezes que ama minha autenticidade e que era atrás disso que ele estava.

– Viu amiga! Pare de bobagem. Pare de boicotar a sua felicidade e a si mesma. Você é especial. Uma mulher como poucas e ele é um sortudo por ter te conhecido e te enxergado.

– Rô, você é maravilhoso. E sábio!

– Nina, sofri tanto por namorar um ator famoso, lindo, gostoso e vaidoso. Essa vaidade que me mata. Ele parece estar sempre em busca de alguém que fale o quanto ele é incrível. Isso é aterrorizante. Não posso competir com isso. Ninguém pode. Mas ele me pediu em casamento. Nós escolhemos um ao outro e isso mudou tudo. Agora sinto que somos um do outro. Ele amadureceu. A experiência e o tempo me trouxeram essa sabedoria.

– Rô, você é um gato! Também é famoso e pode ter quem quiser. Ele tem sorte de ter você.

– Nina, estamos arrasando no quesito parceiros.

– Super estamos Rô.

– Essa história me inspirou aqui. Você vai fazer mão, pé, sobrancelha, depilação e vou cortar seu cabelo curto. O que acha? Um dia de rainha.

– Acho demais! Pode cortar Rô. E topo todo o resto.

Ele chamou as manicures e Nina fazia as unhas dos pés e das mãos enquanto cortava o cabelo. A medida que o tempo ia passando, ela ficava cada vez mais bonita.

O cabelo estava pronto e ela foi fazer massagem e depilação. Quando voltou, Rodrigo tirou sua sobrancelha e secou o seu cabelo. Depois de quase quatro horas no cabeleireiro e muita conversa boa com seu grande amigo, Nina saiu deslumbrante.

Ela se despediu de Rodrigo prometendo que voltaria com mais frequência e foi embora em expectativa pelo encontro com Roberto em pouco mais de uma hora.

Ela terminava de se arrumar quando recebeu uma mensagem dele.

“Estou chegando em 5 minutos. Te espero lá embaixo. Beijo”

“Ok! Estou descendo. Beijo”

Ela enviou a mensagem e correu para finalizar a maquiagem. Ela estava com uma maquiagem leve e uma roupa confortável e simples, mas estava deslumbrante. Ela vestia uma calça jeans justa, uma camiseta branca também justa no corpo, um casaco de tweed com lantejoulas minúsculas e um tênis. Ela estava estreando roupas novas, que tinha comprado depois da entrada de Roberto em sua vida.

Quando ela chegou no carro arrancou suspiros de Roberto.

– Que linda você é Nina! Que a sorte a minha por você ser minha namorada. Hey! Você está diferente. Ele disse tentando perceber o que ela tinha mudado. – Você cortou muito o cabelo. Está ainda mais linda.

– Obrigada Bob! E devo dizer que também me considero muito sortuda por namorar você.

– Somos dois sortudos, então!

– Vamos ao cinema? Ela perguntou.

– Não. Ele respondeu com ar de mistério.

– Que pena que não vou assistir à pré-estreia do filme que eu queria tanto. Ela disse fazendo charme. – Mas confio em você no quesito me fazer surpresas deliciosas.

– Eu não disse que não vamos assistir ao filme. Eu disse que não vamos ao cinema.

– O que você pretende?

– Você vai ver. Por hora, vamos ao supermercado.

Ela deu uma gargalhada.

– Você é demais Bob.

– Não Nina! Você que é. Ele disse totalmente encantado com a reação dela.

Eles chegaram ao supermercado e todos olhavam para eles enquanto passeavam de mãos dadas pelos corredores do lugar. Eles juntos formavam um casal lindo e pareciam ter sido feitos um para o outro.

– O que estamos procurando? Ela perguntou.

– Hum. Vamos ver. Ele disse acessando uma receita no celular. – Creme de leite, camarões, ervilhas, massa fresca, queijo parmesão e vinho. Tem algumas recomendações de vinhos aqui, mas você vai escolher o vinho hoje.

– Não entendo nada de vinho Bob.

– Escolha um que você goste.

– Nisso sou boa.

– Você é boa em tantas coisas. Ele disse a puxando para perto dele e dando um beijo nela.

Eles terminaram as compras e já no carro Nina perguntou:

– Você vai contar o que acontece depois do supermercado?

– Sim! Vou cozinhar para você. Vou fazer nosso jantar.

– Hum! Isso me parece bom.

– E tem mais alguma coisa?

– Depois do jantar eu te conto.

– Estou ficando curiosa Bob.

– Então o meu plano está funcionando.

– Te amo! Ela disse de maneira totalmente espontânea.

– Eu também te amo Nina!

Em alguns minutos eles estavam na casa de Roberto e ele rapidamente começou a preparar o jantar.

Eles jantaram a luz de velas, comeram sobremesa e tomaram quase uma garrafa inteira de vinho.

– O vinho que você escolheu está super aprovado. Ele disse, olhando profundamente para os olhos dela.

– A receita que você escolheu também está super aprovada. Ela respondeu de maneira charmosa.

– Pronta para a surpresa? Ele perguntou.

– Super pronta.

– Então, vamos por aqui. Ele estendeu a mão para ela.

– Onde vamos?

– Surpresa.

Eles caminharam em direção à porta dos fundos do apartamento e Roberto pegou uma sacola.

Saíram do apartamento e pegaram o elevador até o último andar. No corredor, acessaram as escadas e subiram dois lances até a cobertura. Quando Roberto abriu a porta, Nina se deparou com uma cama improvisada e uma TV na cobertura do prédio, de onde era possível ter uma vista deslumbrante da cidade. O entorno do cenário estava cercado por mini lâmpadas que traziam uma iluminação aconchegante e deixavam o cenário muito romântico.

– Não acredito nisso! O rosto dela se iluminou.

– Vamos assistir ao seu filme aqui.

– Você só pode estar brincando. Como conseguiu o filme? Como fez isso tudo?

– Tenho os meus contatos.

– Você é maravilhoso demais para ser de verdade. Obrigada! Ela disse enchendo ele de beijos.

Eles se sentaram nos colchonetes que estavam muito confortáveis e Roberto tirou um grande cobertor da sacola que ele tinha trazido. A noite estava linda, o céu estrelado, mas ventava um pouco.

Eles se cobriram e Roberto acessava o filme pelo controle da TV.

– Ainda não estou acreditando nisso. Nina disse olhando em volta e tendo uma vista 360º da cidade que parecia estar aos pés deles. – É permitido estar aqui? Como você fez isso tudo?

– Consegui uma permissão especial do síndico e a produtora que monta os cenários dos meus filmes preparou tudo para a gente. Você a conheceu. Foi a Clara que montou isso tudo.

– Estou mesmo me sentindo dentro de um filme.

– Era essa a ideia. E como você disse que queria muito assistir a esse filme, pensei que poderia ser uma ocasião especial, para você nunca mais esquecer.

– Estou sem palavras. Se tivéssemos ido ao cinema já teria sido inesquecível.

Ele riu.

Nina estava sentindo uma felicidade inexplicável.

– Vinho? Ele ofereceu. Tirando a garrafa e as taças da sacola.

– Sim! O que mais tem nessa sacola? Ela riu.

– Só isso. Ele respondeu abrindo a garrafa e servindo as taças para eles. – Agora vamos ver esse filme. Você fez tanta propaganda que fiquei curioso. Ele disse apertando o play.

Eles assistiram ao filme e tomaram toda garrafa de vinho. Quando o filme acabou fizeram sexo com carinho e sem pressa ali naquele cenário que os fazia de fato parecer dentro de um filme digno de um oscar na categoria romance.

                                                       CONTINUA…

                O CAPÍTULO 22 SERÁ PUBLICADO NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA

2 thoughts on “Capítulo 21 – Digno de um Oscar de romance

  1. Aí meu Deus estou começando a odiar a palavra CONTINUA…
    Capítulo MARAVILHOSO, continuaria lendo até o fim do ano!!! Onde estão os homens dessa espécie? Foram abduzidos? Adorei, adorei estou encantada com essa história e conseguir ler antes do café? O MÁXIMO!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *