Com o tempo a gente aprende a não se importar, a deixar passar, a perdoar. Com o tempo a gente aprende a ficar de bem com a gente mesmo e a gente aprende que é melhor ser feliz do que ter razão.

Aliás, com o tempo a gente aprende que nem sempre é importante ter razão. E aí a gente aprende a desistir de algumas brigas em nome da nossa própria felicidade.

Com o tempo a gente aprende que vai cair e em algumas quedas até se machucar. E ainda aprende, que sempre será capaz de levantar. Aprendemos que todos os machucados se cicatrizam e ensinam.

Com o tempo aprendemos a seguir em frente, sem olhar para trás. E aprendemos que mais importante do que o que carregamos nas malas é o que levamos no coração. Com o tempo a gente aprende que ir para frente é nosso único caminho possível.

Com o tempo a gente aprende a amar, com todo o coração, a se entregar, a amar de volta na mesma proporção. Com o tempo a gente aprende como é importante amar, mas que só é amor se somos amados de volta.

Com o tempo aprendemos a gostar de nós mesmos, com a dor e a delicia de ser o que somos. E melhor ainda, com o tempo a gente aprende a sentir orgulho de quem somos e de quem nos tornamos. Com o tempo a gente aprende qual é o nosso valor.

Com o tempo a gente aprende que nossas colheitas dependem das sementes que plantamos e que nossas atitudes tem consequências. Aprendemos que nada vem se não merecemos ou se não lutamos. Aprendemos que o que é nosso virá, mas que mesmo assim não podemos ficar sentados esperando.

Com o tempo a gente aprende a desistir e também a insistir. Com o tempo adquirimos sabedoria para saber quando devemos fazer um ou outro. Com o tempo aprendemos a não nos importar de fato com algumas coisas e algumas pessoas. Com o tempo aprendemos a seguir em frente.

Com o tempo adquirimos serenidade para qualquer que seja a nossa escolha, porque sabemos o que é bom para a gente. Com o tempo as decisões vão ficando cada vez mais fáceis e quase obvias. Quanto mais a gente aprende, mais certeza a gente tem.

Com o tempo a gente aprende a não ter pressa, mas também a não perder tempo.

Com o tempo aprendemos que é muito mais importante e produtivo focar na solução do que no problema. Porque somente isso vai resolver qualquer situação. E com tempo aprendemos que alguns problemas não terão solução e só o tempo nos ajudará a conviver com isso.

Com o tempo a gente aprende a deixar passar, a deixar pra lá.

Com tempo conhecemos intimamente a resiliência, que nos leva longe e mais fortes. E só depois que o tempo passa somos capazes de perceber isso.

Com o tempo a gente aprende que há pessoas especiais que vão por caminhos diferentes dos nossos e também aprendemos que as verdadeiras amizades são para sempre. O tempo nos mostra com quem podemos contar.

Com o tempo a gente aprende a reconhecer o lugar ao qual pertencemos.

Com o tempo a gente aprende que é preciso chuva para florir e que não há tempestade que dure para sempre. E assim aprendemos a valorizar os dias de sol. Também aprendemos com o tempo que há sempre uma noite entre dois dias e que as noites ficam claras ao raiar do dia. Com o tempo a gente aprende que no dia seguinte, geralmente, fica sempre tudo bem.

Com o tempo a gente aprende a lidar com a saudade e entende que vamos perder pessoas e coisas muito importantes porque assim é a vida. Com o tempo aprendemos a lidar com a dor e fazer das lembranças algo que faz a vida valer a pena que faz o que vivemos no passada ser forte o suficiente para preencher a ausencia.

Com o tempo aprendemos a sermos felizes com as coisas mais simples da vida, a valorizar o prazer de não fazer nada, de encher os pulmões de ar, comer algo realmente delicioso, se perder em uma paisagem paradisíaca, brincar com os filhos. Com o tempo aprendemos a valorizar o tempo.

Com o tempo aprendemos que não precisamos de asas para voar.

Com o tempo aprendemos que somos muito mais felizes em nossos encontros mais simples e íntimos com amigos e família do que nas ocasiões glamurosas em meio a um mar de pessoas desconhecidas. Ah como é bom quando o tempo nos presenteia com essa descoberta.

Com o tempo aprendemos a aproveitar o momento e a olhar para aquilo que dá sentido para vida. Com o tempo aprendemos a não nos demorar onde não somos felizes, porque o passar do tempo vai nos mostrando que a vida passa e isso começa a trazer um pouco de urgência para a vida.

Com o tempo a gente aprende que nada dura para sempre e aprendemos o que realmente importa para a gente. Aprendemos que o que é importante para um, pode não ser muito importante para o outro. E aprendemos a respeitar a escolha e o momento do outro.

E por mais que leve tempo, com o tempo a gente aprende a coisa mais importante da vida, a gente aprende a se ouvir e passa a se conhecer como ninguém. A gente aprende o que faz bem e o que faz mal. A gente aprende a se defender e a lutar. A gente aprende a se importar somente com o que importa. A gente aprende a escolher e a renunciar. A gente aprende que a nossa felicidade está no que dá sentido à nossa vida. A gente aprende que não importa o que o resto mundo pensa, sempre saberemos o que tem valor para a gente. Com o tempo a gente aprende onde está o sentido da nossa vida e assim a gente aprende valorizar o que realmente importa.

Coração

Com o tempo a gente aprende

Sabrina Almeida


Eu sou a Sabrina, mãe do Gabriel de 17 anos e do Guilherme e do Rafael de quase 8 meses, mulher do Alessandro. Para me apresentar, vou descrever as coisas que mais me fazem feliz, porque para mim, essa é a principal maneira de conhecer uma pessoa. E felicidade é o principal assunto desse blog. Ver o sorriso dos meus filhos no final do dia é o que mais me faz feliz. Não importa o quão difícil tenha sido o dia, os sorrisos dos meus filhos me fazem entender o que realmente importa e todas as angústias que ocupavam meu coração, de repente se evaporam e perdem completamente a importância. Olhar meu marido cuidando dos meus filhos e sentir que ele me ama com o melhor e o pior de mim, me faz feliz. Acalma meu coração, que antes era cheio de perguntas sobre ter realmente encontrado o amor e a pessoa certa. Ver meu marido amando os nossos filhos me dá a plena certeza de que tudo vai dar certo. De que nunca estarei sozinha. Que terei alguém ao meu lado para dividir o lado bom e o ruim da vida. Amar o que eu faço me faz muito feliz. Desde muito pequena eu sabia o que queria ser quando crescesse. Eu queria fazer coisas bonitas para as pessoas! Hoje eu trabalho todos os dias para fazer coisas bonitas para as pessoas. Ter minha mãe me apoiando no cuidado com os meus filhos me faz feliz. Ela faz as papinhas com a maior dedicação do mundo, dá dicas e conselhos preciosos, ajuda nas tarefas repetitivas e exaustivas do dia a dia. Ela dedica seu tempo mais precioso para mim e para minha família. Ter fé me faz feliz. Enxergar Deus nas coisas que são vivas, ver poesia no dia a dia, me sentir abençoada e protegida. Ter certeza de que tudo tem um propósito. Ter mais para agradecer do que para pedir. Ter muito o que celebrar. Ter a certeza de que tem algo, com uma força inimaginável, cuidando de mim e da minha família, me faz incrivelmente feliz. Tem muitos pequenos prazeres, pequenos luxos, muitos momentos de rir de perder o fôlego, que ajudam a complementar essa sensação de felicidade. Felicidade, que para mim, está nas coisas simples da vida. Ainda bem que descobri cedo, que é simples ser feliz e que para isso é preciso uma boa dose de coragem, de sorte e de dedicação. Quando eu decidi escrever, uma pessoa me perguntou: "quem te garante que as pessoas vão se interessar pelo que você escreve?" E a minha resposta é como vou concluir esse post de apresentação. Vou escrever para tentar ajudar as pessoas a ver diferentes perspectivas, rir no meio de um dia difícil ou enxergar poesia no dia a dia. E se eu conseguir tocar o coração de pelo menos uma única pessoa, já terá valido à pena.


Post navigation


2 thoughts on “Com o tempo a gente aprende

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *