Por que as pessoas correm? Mesmo quando não estão atrasadas.
Por que as pessoas querem sempre mais? Mesmo quando já tem tudo o que precisam.
Por que as pessoas gritam? Mesmo quando o outro está tão perto.
Por que as pessoas desistem? Mesmo não tendo feito tudo que podiam.
Por que as pessoas querem o que é do outro? Mesmo já tendo o que é seu.
Por que as pessoas compram? Mesmo quando não precisam.
Por que as pessoas ostentam? Mesmo que nada daquilo seja relevante para o outro.
Por que tem que ser assim? Quando podia ter sido de outro jeito.
Por que as pessoas ficam? Mesmo quando querem ir embora.
Por que as pessoas partem? Mesmo quando
querem ficar.
Por que as pessoas morrem? Mesmo ainda não tendo feito tudo o que queriam.
Por que as pessoas querem sempre ter razão? Mesmo não tendo razão.
Por que as pessoas se separam? Mesmo não tendo feito sua parte na relação?
Por que as pessoas não pedem desculpas? Mesmo sabendo que estão erradas.

Por que as pessoas estão sempre tão ocupadas?
Por que não temos sono à noite e morremos de sono durante o dia?
Por que chocolate engorda?
Por que é preciso dor para crescer?
Por que é preciso perder para valorizar?
Por que é preciso silêncio para escutar de verdade?
Por que é mais facil dar conselhos do que seguir conselhos?
Por que pessoas que se amam brigam?
Por que quando jovens queremos viver no futuro e quando velhos no passado?
Por que o tempo voa quando estamos felizes e demora quando estamos asiosos? Por que a vida passa tão rápido?
Por que ser feliz está cada vez mais difícil?
Por que a foto é mais importante que a paisagem?
Por que às vezes, mesmo não podendo, queremos muito uma coisa?
Por que do lado de fora parecia ser mais legal?
Por que a grama do vizinho é sempre mais verde?
Por que nada sastifaz completamente?

Por que as pessoas tem tanto medo de seguir o coração?
Por que demoramos tanto em lugares onde não somos felizes?
Por que recusamos tantos convites da felicidade?
Por que gostamos tanto do desafio?
Por que gostamos mais de alguém do que esse alguém gosta da gente?
Por que fazemos o errado? Mesmo quando sabemos fazer o certo.
Por que ignoramos tanto os pedidos do nosso coração? Mesmo sabendo que ele quer o nosso bem.
Por que às vezes é tão difícil gostarmos de nós mesmos?

Por que comigo?
Por que eu?
Por que não comigo?

Por que?
Por que?
Por que?

São muitos porquês e uma única certeza:
As escolhas são sempre nossas. Correr é uma escolha nossa, não prestar atenção nas belezas do caminho, não aproveitar o caminho com foco apenas no objetivo, gostar mais da grama do vizinho, são escolhas nossas.
Para ser feliz é preciso fazer o que é certo para a nossa felicidade, que pode ser correr ou ir bem devagar. Não importa qual é o porquê, o coração sempre sabe a resposta. Então, mais do que escutar o coração, é preciso obedecê-lo.
Coração

Por que? Às vezes só o coração sabe responder!

Sabrina Almeida


Sou mãe, filha, esposa, mulher, amiga, confidente, conselheira. Sonhadora, determinada e realizadora. Organizada, mas com um que de caótica. Apaixonada pela vida e pelas pessoas. Intensa! Publicitaria, trabalho desenvolvendo produtos e marcas para deixar as pessoas mais bonitas e felizes. Escrevo porque amo escrever. Minha cabeça está sempre repleta de sonhos e devaneios. Sigo sempre meu coração. Hoje penso mais antes de tomar uma decisão. Encontrei a FELICIDADE, assim todinha maiuscula, nas coisas simples da vida. E escrever é uma delas. Enquanto as pessoas vão para a academia, fazem trilhas, tocam instrumentos musicais, cozinham… Eu escrevo! Esse é o meu hobbie… Escrevo para traduzir o que está no meu coração, sem regras, métodos ou filtros. Escrevo porque me inspira e me faz feliz. Acredito que é simples ser feliz e que para isso é preciso uma boa dose de coragem, de sorte e de sonhos e devaneios. Quando eu decidi escrever, uma pessoa me perguntou: “quem te garante que as pessoas vão se interessar pelo que você escreve?” E a minha resposta é como vou concluir minha apresentação. Vou escrever para tentar ajudar as pessoas a ver diferentes perspectivas, rir no meio de um dia difícil ou enxergar poesia no dia a dia. E se eu conseguir tocar o coração de pelo menos uma única pessoa, já terá valido à pena.


Post navigation


One thought on “Por que? Às vezes só o coração sabe responder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *