Vitoria é uma mulher determinada, que vive uma vida bastante simples e bem distante do que um dia sonhou para ela. Ela começa a se recuperar de sua última decepção amorosa quando encontros e sentimentos confusos se misturam fazendo uma enorme bagunça no seu coração. Ela acaba confundindo seus sentimentos pelo seu melhor amigo. Conhece Eric e começa a se relacionar com ele de acordo com a vontade do destino. Reencontra Thomas, um amigo de infância que mudou completamente com o passar do tempo e que confessa que ela é a garota do poster, a garota dos seus sonhos.

Em meio às tentativas de voltar a viver o amor, Vitória perde o emprego no momento em que mais se dedicava a entregar resultados e fazer diferente. Questiona o senso de justiça mundo dos negócios e teme por seu futuro.

No momento em que mais precisa, se dá conta de que é capaz de realizar grandes trabalhos e que é totalmente capaz de começar de novo e correr atrás dos seus sonhos.

Suas perspectivas sobre felicidade e amor vão mudando e depois de viver uma grande aventura amorosa e muitos desencontros de amor, ela começa a entender onde estaria o seu porto seguro e seu lugar de felicidade. Ela enfim descobre quem é o dono da história.

O livro está disponível para compra na Amazon.com.br

Sinopse – O Dono Da História

Sabrina Almeida


Sou mãe, filha, esposa, mulher, amiga, confidente, conselheira. Sonhadora, determinada e realizadora. Organizada, mas com um que de caótica. Apaixonada pela vida e pelas pessoas. Intensa! Publicitaria, trabalho desenvolvendo produtos e marcas para deixar as pessoas mais bonitas e felizes. Escrevo porque amo escrever. Minha cabeça está sempre repleta de sonhos e devaneios. Sigo sempre meu coração. Hoje penso mais antes de tomar uma decisão. Encontrei a FELICIDADE, assim todinha maiuscula, nas coisas simples da vida. E escrever é uma delas. Enquanto as pessoas vão para a academia, fazem trilhas, tocam instrumentos musicais, cozinham… Eu escrevo! Esse é o meu hobbie… Escrevo para traduzir o que está no meu coração, sem regras, métodos ou filtros. Escrevo porque me inspira e me faz feliz. Acredito que é simples ser feliz e que para isso é preciso uma boa dose de coragem, de sorte e de sonhos e devaneios. Quando eu decidi escrever, uma pessoa me perguntou: “quem te garante que as pessoas vão se interessar pelo que você escreve?” E a minha resposta é como vou concluir minha apresentação. Vou escrever para tentar ajudar as pessoas a ver diferentes perspectivas, rir no meio de um dia difícil ou enxergar poesia no dia a dia. E se eu conseguir tocar o coração de pelo menos uma única pessoa, já terá valido à pena.


Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *