Pare de esperar pela sexta, pelo ano novo, por um sinal divino.

Pare de esperar pela segunda chance, pela grande oportunidade, por ele ou por ela, pelo amor.

Pare de esperar que as coisas mudem. Pare de esperar que as coisas sejam do jeito que você quer que elas sejam.

Pare de esperar que tudo mude. Que as pessoas mudem.

Pare de esperar pelas férias, pelo dia ensolarado, para que pare de chover.

Pare de esperar pelo chefe ou para aquela pessoa desnaturada te dar valor.

Pare de esperar pelo ônibus que nunca passa, pelo barco que nunca atraca, pelo avião que não decola.

Pare de esperar por respostas.

Pare de se conformar.

Pare de esperar (ponto).

Pare de esperar pelo extraordinário.

Faça acontecer.

Viva com prazer.

Aproveite sem culpa.

Se entregue para o que te empolga, sem qualquer julgamento. Sem medo de julgamentos.

Coloque felicidade na sua vida, na sua rotina.

Viaje para o lugar dos seus sonhos. Lute até conseguir trabalhar no lugar dos sonhos.

Não desista dos seus sonhos.

Invista nos seus sonhos. Tudo que tiver para investir, seja tempo, dinheiro, expectativas, amor.

Parta de onde não é feliz, seja da casa, da sala, do emprego, do romance, do bar, da cena.

Vá em busca da felicidade. Da sua felicidade e não de nenhum modelo inventado.

Invente seu próprio modelo. Construa seu caminho, mesmo que seja com as pedras que encontrar por ele.

Construa pontes, estradas, asas, foguetes, mas não fique onde não é feliz.

Valorize sua vida.

Valorize a si mesmo.

Não aceite menos do que merece.

Aprenda a negociar.

Aprenda com os seus erros.

Entenda que ninguém te ama mais do que você mesmo. Nem sua mãe, seus filhos, seus amigos, seu chefe.

Você é o dono da sua vida, do seu destino, do seu caminho.

Faça por merecer.

Se orgulhe das suas conquistas.

Celebre.

Celebre as pequenas e as grandes conquistas. Celebre somente pelo fato de conseguir respirar. Celebre ainda mais, se conseguir ver poesia nas coisas da vida.

Olhe para o essencial. Sempre.

Deixe o amor encontrar você.

Não vire as costas para felicidade.

Agradeça sempre.

Aproveite o caminho.

Faça fazer sentido.

Faça valer à pena.

Faça a sua parte.

Cumpra suas promessas.

Faça o bem.

Se preocupe com o que está deixando no mundo.

Não se cobre tanto.

Cuide de você até sentir que sua alma foi cuidada.

Abrace.

Se entregue.

Diga eu te amo.

Aceite ser parte da vida de alguém.

Arrisque.

Não pense tanto.

Escute o seu coração, por mais louco que ele pareça.

Esteja presente onde resolver estar.

Viva os seus sonhos. Trabalhe pelos seus sonhos. Escolha seus sonhos.

Se cansar pelo caminho (e você vai, esteja certo), descanse, mas não desista.

Tem coisas pelas quais valem a pena lutar.

Vá a pé, mas vá.

Chega de desculpas.

Chega de espera.

Chega de lágrimas.

Chega de tristeza.

O seu momento é agora.

Viva o agora.

Não tenha medo! Mas se sentir medo, vá com medo mesmo.

Lembre-se sempre de onde veio. Lembre-se sempre do caminho que te levou até onde chegou. Lembre-se sempre do porque começou.

Não espere mais.

Estreie a roupa nova. Abra a garrafa de champagne especial. Coma o chocolate que veio da Suíça.

Use seus guardanapos de tecido daquela marca especial. Gaste suas taças de cristal.

Use seu perfume favorito todos os dias.

Pare de esperar pelas ocasiões especiais.

Abra sua garrafa de vinho preferida, mesmo que seja só para relaxar depois de um dia difícil.

Use seus cosméticos especiais, mesmo os que foram comprados em lugares em que talvez você nunca volte.

Imprima suas fotos.

Coloque cor na sua vida. Coloque cores em você. Na suas roupas, nos seus passos, na sua boca.

Faça cada dia valer à pena.

Faça a sua vida fazer sentido.

Viva a sua vida. A vida que escolheu. A vida que combina com você.

Viva a sua verdade.

Viva a alegria.

Viva a alegria de viver.

Viva a sua felicidade.

Viva com todos os seus sentidos.

Viva o agora, não porque amanhã pode ser tarde, mas porque aproveitar a vida em todos os seus sentidos é o que melhor você pode fazer por si mesmo agora.

 

Viva!

Sabrina Almeida


Eu sou a Sabrina, mãe do Gabriel de 17 anos e do Guilherme e do Rafael de quase 8 meses, mulher do Alessandro. Para me apresentar, vou descrever as coisas que mais me fazem feliz, porque para mim, essa é a principal maneira de conhecer uma pessoa. E felicidade é o principal assunto desse blog. Ver o sorriso dos meus filhos no final do dia é o que mais me faz feliz. Não importa o quão difícil tenha sido o dia, os sorrisos dos meus filhos me fazem entender o que realmente importa e todas as angústias que ocupavam meu coração, de repente se evaporam e perdem completamente a importância. Olhar meu marido cuidando dos meus filhos e sentir que ele me ama com o melhor e o pior de mim, me faz feliz. Acalma meu coração, que antes era cheio de perguntas sobre ter realmente encontrado o amor e a pessoa certa. Ver meu marido amando os nossos filhos me dá a plena certeza de que tudo vai dar certo. De que nunca estarei sozinha. Que terei alguém ao meu lado para dividir o lado bom e o ruim da vida. Amar o que eu faço me faz muito feliz. Desde muito pequena eu sabia o que queria ser quando crescesse. Eu queria fazer coisas bonitas para as pessoas! Hoje eu trabalho todos os dias para fazer coisas bonitas para as pessoas. Ter minha mãe me apoiando no cuidado com os meus filhos me faz feliz. Ela faz as papinhas com a maior dedicação do mundo, dá dicas e conselhos preciosos, ajuda nas tarefas repetitivas e exaustivas do dia a dia. Ela dedica seu tempo mais precioso para mim e para minha família. Ter fé me faz feliz. Enxergar Deus nas coisas que são vivas, ver poesia no dia a dia, me sentir abençoada e protegida. Ter certeza de que tudo tem um propósito. Ter mais para agradecer do que para pedir. Ter muito o que celebrar. Ter a certeza de que tem algo, com uma força inimaginável, cuidando de mim e da minha família, me faz incrivelmente feliz. Tem muitos pequenos prazeres, pequenos luxos, muitos momentos de rir de perder o fôlego, que ajudam a complementar essa sensação de felicidade. Felicidade, que para mim, está nas coisas simples da vida. Ainda bem que descobri cedo, que é simples ser feliz e que para isso é preciso uma boa dose de coragem, de sorte e de dedicação. Quando eu decidi escrever, uma pessoa me perguntou: "quem te garante que as pessoas vão se interessar pelo que você escreve?" E a minha resposta é como vou concluir esse post de apresentação. Vou escrever para tentar ajudar as pessoas a ver diferentes perspectivas, rir no meio de um dia difícil ou enxergar poesia no dia a dia. E se eu conseguir tocar o coração de pelo menos uma única pessoa, já terá valido à pena.


Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *